Acompanhe via: Email Arvoredo via RSS Arvoredo no Youtube Arvoredo no Twitter Arvoredo no Facebook Loja Arvoredo no Facebook

Arvoredo Brasil - Instituto Agroflorestal

5/03/2012

Por que alimentos orgânicos recebem este nome?

por

Ao contrário do que muita gente pensa, o termo agricultura orgânica não significa que, nos sitemas de produção agropecuária, haja a simples substituição de adubos minerais sintéticos e solúveis (“químicos”) por similares orgânicos.

O termo orgânico foi proposto na segunda metade do século XX na Inglaterra, porque na visão dos produtores orgânicos, a propriedade rural (sítio, chácara ou fazenda) deveria ser considerada como um Organismo Agrícola.

Na agricultura industrial, ou convencional como alguns a denominam, a propriedade, o solo e tudo que há no local de produção, é considerado como uma linha de produção, como se fosse uma fábrica. A ênfase num sistema destes é o produto final, ficando a qualidade do ambiente em segundo plano.

E linhas de produção, você sabe como funciona, quebrou uma peça, você substitui. O mesmo não acontece em sistemas complexos, como são os ambientes de produção agropecuária.

Imagine um sítio como um organismo vivo. A principal preocupação que se deve ter é com a saúde do organismo. Os produtos que ali são obtidos, embora fundamentais para a preservação da vida na terra, passam a ter uma importância secundária. Nenhuma agressão à saúde do organismo agrícola pode ser justificada pela necessidade de produzir alimentos.

Portanto, não se aplicam venenos tóxicos na produção orgânica. Se alguma praga ataca uma plantação, deve-se perguntar: o que foi feito de errado para que aquela espécie, que deveria conviver harmonicamente no ambiente do agroecossistema, se desenvolvesse de uma forma que ameace o equilíbrio do mesmo?

 

A ação será compreender o fato e tomar as providências para que isso não volte a ocorrer, além de tomar as medidas mais adequadas para solucionar o desequilíbrio causado por aquela praga. Aplicar um veneno, por exemplo, não resolve as causas do problema, como cria outros – contamina o alimento, contamina o solo e os riachos da propriedade, além de matar muitas espécies de insetos benéficos, que poderiam servir de agente de controle para outras pragas.

Utilizando agrotóxicos, você vê uma propriedade como uma linha de produção – o que importa é produzir em escalas e ganhar mercado, não importa se o alimento estará contaminado, e que provavelmente você terá que gastar mais na próxima plantação para controlar as pragas, já que o equilíbrio do sistema foi comprometido.

Se você encara a propriedade como um organismo, e sua preocupação é com a saúde desse organismo em primeiro lugar, você sempre terá resolvido os problemas pelas suas causas e não pelas suas consequências. Desta forma você terá um ambiente sempre saudável, assim como os produtos que você colher naquela propriedade.

Funchos e joaninhas
Você sabe Qual a diferença dos nossos chás?
DoDesign-s Design & Marketing