Acompanhe via: Email Arvoredo via RSS Arvoredo no Youtube Arvoredo no Twitter Arvoredo no Facebook Loja Arvoredo no Facebook

Arvoredo Brasil - Instituto Agroflorestal

Calêndula

Calêndula

Nome popular: Calêndula
Nome científico: Calendula officinalis L.
Parte usada: Flores
Forma de Utilização: chás, base de cosméticos e tintura mãe.

A calêndula se relaciona intimamente com o sol. Curiosamente, essa flor abre suas pétalas assim que o sol nasce e as fecha na hora em que ele se vai. Aliás, seu nome é derivado de uma palavra latina – Calendae – que significa “primeiro dia de cada mês”, de onde se derivou também a palavra calendário (que, sabe-se, é baseado no ciclo solar).

A flor, de coloração amarelo-alaranjada, caracteriza-se pelo inegável perfume e as folhas são macias e aveludadas. Planta anual, a calêndula pode atingir até 50 cm de altura e apresenta caules ramificados em duas hastes.

Propriedades terapêuticas: Cicatrizante, bactericida, anti-séptico, sudorífico, analgésico, colagogo, antiinflamatório, antiviral, antiemético, vasodilatador, tonificante da pele.

Princípios ativos: As pétalas e o pólen contêm ésteres triterpenoides (anti-inflamatório) e os carotenoides flavoxantina e auroxantina (antioxidantes e origem da coloração amarelo-laranja). As folhas e os caules contêm outros carotenoides, sobretudo luteína (80%) e zeaxantina (5%) e beta-caroteno. Os extratos da planta são também muito usados em cosméticos, presumivelmente devido à presença de compostos como saponinas, resinas e óleos essenciais.

Indicações terapêuticas: Ferimento, acne.

Época de Colheita: novembro a maio


Veja páginas relacionadas:

Funchos e joaninhas
Você sabe Qual a diferença dos nossos chás?
DoDesign-s Design & Marketing